• VITTAL FISIO

Osteopatia: quando é indicada? Onde tratar em Canoas?


A osteopatia é um método de diagnóstico e tratamento que utiliza recursos manuais para uma abordagem terapêutica, a fim de enfatizar sua ação centrada no paciente - ao invés do sistema convencional centrado na doença.


A técnica engloba conhecimentos da medicina alternativa e vem sendo estudada e aprimorada pelos praticantes em todo o mundo, auxiliando na recuperação, manutenção e restabelecimento do equilíbrio entre corpo e mente.


Para a sua prática, é fundamental manter no raciocínio osteopático um amplo conhecimento do corpo humano e de todos os processos envolvidos em seu funcionamento, sendo a abordagem manual baseada na anatomia e na fisiologia humana.


Mas quando a Osteopatia é indicada?


Para entendermos melhor, vamos falar um pouco sobre o que é a terapia, quais seus benefícios e como estes influenciam em suas indicações.


Boa leitura!


O que é osteopatia?


O maior foco da osteopatia está na origem da dor, e não onde ela está localizada. Dessa forma, quando se utiliza o método, entende-se que a dor não é a principal causa da lesão e que, na verdade, esta pode estar sendo ocasionada devido a um desequilíbrio.


O osteopata utiliza uma técnica específica para cada tecido (osso, ligamento, músculo, víscera), a partir do diagnóstico feito no exame preliminar. Mas, de forma geral, existem duas grandes famílias de técnicas manuais: as Estruturais, que podem corrigir uma disfunção vertebral, por exemplo; e as Funcionais, que podem tratar uma compressão nervosa ou vascular - além de outras diversas patologias.


O profissional de osteopatia, chamado de osteopata, durante as sessões faz uma série de movimentos com as mãos - como massagens e alongamentos -, para trabalhar os ossos, músculos, ligamentos e nervos com a finalidade de aliviar a dor e tratar a parte do corpo afetada. As técnicas aplicadas ajudam a melhorar a movimentação das articulações, aliviar a tensão muscular e melhorar a circulação sanguínea.


Assim, como mencionamos acima, a filosofia da osteopatia está fundamentada em um conhecimento profundo de anatomia e fisiologia humana. E é por isso que, no Brasil, o fisioterapeuta é o profissional habilitado a ter essa especialização - de acordo com a regulamentação existente pelo Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional.


Quais seus benefícios?

Observa-se que as técnicas de osteopatia geralmente representam pouco risco de produzirem interações negativas com outros tratamentos, se tornando um excelente tratamento complementar e também sendo útil nos casos em que os métodos tradicionais esgotaram a sua eficácia.


Sendo assim, pode ser utilizada para tratar uma ampla variedade de patologias e condições - trazendo uma série de benefícios como estimular a força e a flexibilidade, melhorar a postura, diminuir ou eliminar quadros álgicos; amenizar os sintomas de desgaste articular, e melhorar a mobilidade articular.


Além disso, é conhecida também pelas suas qualidades preventivas, e as técnicas podem ser aplicadas em qualquer idade e em qualquer nível de evolução da patologia.


A indicação, por sua vez, vai poder guiar a terapia de acordo com as necessidades de cada paciente, dependendo da avaliação e diagnóstico.


Quando é indicada?


A Osteopatia tem uma ampla indicação, podendo ser usada desde tratamentos pediátricos até tratamentos para indivíduos com idade mais avançada.


Tendo como base o conceito de busca da homeostasia, que é o equilíbrio das funções do corpo, a osteopatia atua em vários sistemas do organismo, como por exemplo, o sistema de músculo esquelético, responsável pelo nosso aparelho locomotor (músculos, ossos e articulações), não se restringindo ao foco em uma região específica.


De qualquer forma, os motivos mais frequentes de indicação são torcicolos, espasmos musculares, dores no nervo ciático, nas costas, na lombar, no ombro ou pescoço; hérnia de disco e lesões esportivas pequenas.


Também é bastante indicada para dores no membro superior, como nevralgia cervicobraquial e lesões por esforços repetitivos, por exemplo; bem como nas dores do membro inferior - como ciáticas, tendinites, entorses, etc.


Vale considerar que as indicações não se restringem à lista, já que a Osteopatia é, em si, uma maneira de lidar com a patologia, especialmente com ênfase no aspecto preventivo.


Entre as contra indicações estão os reumatismos inflamatórios, câncer ósseo, fraturas, certas vertigens por insuficiência vertebro-basilar, e, em caso de osteoporose avançada, somente técnicas mais específicas podem ser indicadas.


Onde tratar em Canoas?


Aqui na Vittal Fisio Canoas, contamos com a equipe de fisioterapeutas qualificados e capacitados, responsáveis pelo espaço de Osteopatia na Clínica - onde têm desenvolvido um trabalho incrível com aqueles que incluem a prática em sua rotina, garantindo a devida atenção aos objetivos e condições dos pacientes.


Além disso, nós possuímos ambientes reservados e adaptados para a técnica, tudo para proporcionar aos nossos pacientes um local de confiança e tranquilidade!


Ficou curioso? Entre em contato conosco e agende uma consulta!


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Vittal Fisio | Facebook
  • Branca Ícone Instagram