• VITTAL FISIO

Os principais métodos associados à Fisioterapia

Atualizado: 17 de dez. de 2021


Não é nenhuma novidade que a Fisioterapia é capaz de contribuir na saúde, autoestima e bem-estar do paciente. Seja para o tratamento de lesões, traumas, ou até mesmo doenças crônicas adquiridas ao longo da vida, a técnica é uma excelente alternativa de prevenção e reabilitação física.



No entanto, o que muitos desconhecem, é a pluralidade de métodos associados à fisioterapia que vem ganhando cada vez mais espaço no tratamento de diferentes patologias - como a Fisioterapia Respiratória por exemplo, que se tornou essencial na reabilitação pós Covid-19.


Essas metodologias, já bastante difundidas no universo da fisioterapia, possibilitam uma abrangência enorme de atuação, melhorando consideravelmente a qualidade de vida de muitos pacientes.


Para esclarecermos melhor, listamos as mais populares e principais técnicas associadas à fisioterapia, e como estas beneficiam o tratamento e promovem bem estar no dia a dia daqueles que os praticam.


Boa leitura!


RPG


A reeducação postural global (RPG), é um método revolucionário e com domínio imenso de conhecimento da biomecânica, tendo como principal intuito ajustar a postura através da aplicação de técnicas e exercícios específicos.


Estes exercícios e posturas são utilizadas dentro da fisioterapia para combater alterações da coluna (como escoliose, corcunda e hiperlordose) e de outros problemas de saúde (como dor de cabeça, dores nos joelhos, quadril, etc), tendo como princípio identificar e alongar os músculos responsáveis por essas alterações.


No tratamento, o fisioterapeuta especializado na técnica analisa toda a postura do paciente e indica os exercícios ideais para fortalecer os músculos mais fracos, e alongar os tendões e ligamentos necessários para realinhar todo o corpo. A partir daí, o método promove a manutenção de uma postura adequada através de três procedimentos: alongamento, tração e respiração - desenvolvendo a capacidade de movimentação normal das articulações.


É importante destacar que a RPG identifica-se pelo atendimento individualizado. Ou seja, a intensidade e duração do tratamento (bem como a aplicação de suas técnicas) variam de paciente para paciente, dependendo da patologia apresentada, do estágio desta patologia e da resposta aos estímulos.


Pilates

O Pilates, por sua vez, trata-se de um conjunto de exercícios de alongamento e relaxamento que podem ser realizados de diversas formas, sendo elas com ou sem o auxílio de equipamentos, dando total e completo controle do corpo e também uma extensa conexão com a mente.


O método conta com mais de 500 variações de exercícios que podem ser praticados por todas as pessoas, sejam atletas, crianças, gestantes e deficientes, auxiliando no tratamento de diferentes patologias e garantindo conforto e qualidade de vida.


A aula, com cerca de cinquenta minutos, pode ser realizada tanto de forma individualizada quanto em grupo, presencial ou remota - desde que sempre seja orientada por professores graduados em Fisioterapia ou Educação Física.


Através de práticas específicas, o pilates também melhora a respiração e corrige a postura para evitar possíveis lesões, como a RPG. Mas um de seus principais diferenciais é o trabalho de diversos grupos musculares ao mesmo tempo, sendo um método dinâmico que fortalece a musculatura profunda e superficial - podendo aumentar e delinear a força muscular.


Fisioterapia respiratória


Como dito acima, a fisioterapia respiratória tem sido fundamental na reabilitação da síndrome pós Covid-19 - colocando o fisioterapeuta na linha de frente no combate à doença.


Trata-se de um conjunto de técnicas que podem ser preventivas ou curativas, e tem como objetivo mobilizar secreções, melhorar oxigenação do sangue, promover reexpansão pulmonar, diminuir o trabalho respiratório, reeducar a função respiratória e prevenir complicações - tudo isso por meio de exercícios e metodologias indicadas pelo profissional.


Ou seja, de modo geral, as técnicas realizadas atuam para prevenir e recuperar disfunções referentes ao processo de respiração do ser humano, promovendo a máxima funcionalidade e qualidade de vida para as pessoas que sofrem com disfunções respiratórias.


Fisioterapia Motora


Já a fisioterapia motora, como o próprio nome diz, tem o objetivo de otimizar as funções motoras do paciente, evitando as contraturas e maximizando a força muscular e a independência para as atividades do dia a dia.

Como o método é considerado uma ótima alternativa de prevenção e tratamento de comorbidades associadas ao imobilismo, a fisioterapia motora também tem sido fundamental no tratamento pós Covid-19 - principalmente para os pacientes internados na UTI, pois boa parte destes desenvolvem fraqueza muscular generalizada relacionada ao imobilismo.


Assim, a fisioterapia motora, junto a fisioterapia respiratória, previnem complicações pulmonares e reduzem as incidências e agravos relacionados à permanência na UTI. Atuando para amenizar os desconfortos e as dores e acompanhar o paciente no seu período de recuperação, para que consiga retornar a sua rotina diária aos poucos e de maneira adequada.


Osteopatia


A filosofia da osteopatia está fundamentada em um conhecimento profundo de anatomia e fisiologia humana. E é por isso que, no Brasil, o fisioterapeuta é o profissional habilitado a ter essa especialização - de acordo com a regulamentação existente pelo Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional.


O método utiliza uma técnica específica para cada tecido (osso, ligamento, músculo, víscera), a partir do diagnóstico feito no exame preliminar. Mas normalmente, existem duas grandes famílias de técnicas manuais: as Estruturais, que podem corrigir uma disfunção vertebral, por exemplo; e as Funcionais, que podem tratar uma compressão nervosa ou vascular - além de outras diversas patologias.


É importante entender que o maior foco da osteopatia está na origem da dor, e não onde ela está localizada. Sendo assim, quando se utiliza o método, entende-se que a dor não é a principal causa da lesão e que, na verdade, esta pode estar sendo ocasionada devido a um desequilíbrio.


O profissional, chamado de osteopata, durante as sessões faz uma série de movimentos com as mãos - como massagens e alongamentos -, para trabalhar os ossos, músculos, ligamentos e nervos com a finalidade de aliviar a dor e tratar a parte do corpo afetada. As técnicas aplicadas ajudam a melhorar a movimentação das articulações, aliviar a tensão muscular e melhorar a circulação sanguínea.


E para concluir, destacamos que a fisioterapia é uma área da saúde que abrange e contempla uma infinidade de patologias, assim como todas essas questões que circundam a pandemia.


Sendo assim, a técnica está se voltando para uma série de atividades de alto e baixo impacto, que não sejam um risco para os pacientes e que possam ser exercidas tanto em casa, quanto no espaço dedicado ao tratamento - indo sempre de acordo com as necessidades e limitações de cada paciente.


Na Vittal Fisio, você conta com a nossa equipe de fisioterapeutas profissionais e capacitadas, que vem desenvolvendo um trabalho incrível com aqueles que desejam incluir as práticas em sua rotina, garantindo a devida atenção aos objetivos e condições dos pacientes.


Ficou curioso? Entre em contato conosco!


13 visualizações0 comentário