• VITTAL FISIO

Atrofia Muscular - O que é? Como tratar? Onde tratar?



O que é a atrofia muscular?


A atrofia muscular é um enfraquecimento muscular devido a perda de volume muscular. É muito comum na terceira idade, interferindo na mobilidade e perda de força muscular.


Ficar por grande períodos de imobilidade como ficar muito tempo sentado, deitado (no caso de caso de idosos ou doentes acamados), ou com alguma condição médica que limite a mobilidade também podem causar atrofia muscular.


Causas


Diversas doenças e condições Dores na coluna;podem levar a atrofia muscular. De modo geral a má alimentação e desnutrição além da falta de atividade e exercícios físicos, sedentarismo, caquexia, denervação dos músculos, lesões na medula espinhal, distrofias inflamatórias, miopatia (associada ao consumo excessivo de álcool), queimaduras e fratura óssea podem causar a atrofia muscular.


Doenças como câncer, doença pulmonar, insuficiência cardíaca, anemia, insuficiência hepática, distúrbios eletrolíticos, Acidente Vascular Cerebral (AVC), artrite reumatoide também podem causar atrofia muscular.


Atrofia por desuso


Esse tipo de atrofia muscular ocorre muito em idosos, devido a falta de atividade dos músculos e doenças da terceira idade que limitam a mobilidade do idoso. Mas pessoas mais jovens podem ter atrofia dos muscular, após uma cirurgia por exemplo que pode ter um tempo de recuperação longo os músculos podem atrofiar.


Atualmente devido ao isolamento e distanciamento social durante a crise de saúde mundial causada pela doença COVID-19 muitas pessoas ficam por grandes períodos sem realizar tarefas básicas que envolviam a caminhada por exemplo, ou a impossibilidade de realizar outras atividades como: ir a academia, correr, praticar esportes, etc. Isso acaba colaborando com as condições que podem causar a atrofia muscular.


Atrofia neurogênica


Esse tipo de atrofia muscular pode ser causada por doenças como: neuropatia, esclerose lateral amiotrófica e poliomielite. É considerada grave e acontece por causa de uma lesão em um nervo que se conecta ao músculo. Diferente da atrofia muscular por desuso ela acontece de forma repentina.


Sintomas da atrofia muscular


Os sintomas geralmente estão associados a região do corpo onde há a perda de força e enfraquecimento muscular.

  • Dificuldade em movimentar-se;

  • Dificuldade em articular os braços;

  • Fraqueza em algum membro do corpo (pernas ou braços por exemplo);

  • Volume muscular de um dos braços ou pernas;

  • Dificuldade em respirar;

  • Dificuldade em mastigar e engolir;

  • Dores na coluna;


Como tratar a atrofia muscular?


Diagnóstico


Primeiro é necessário um diagnóstico clínico para identificar a evolução da atrofia muscular e o quanto ela já prejudicou os músculos e quais nervos podem estar prejudicados. É a partir do diagnóstico que é possível definir qual o melhor tratamento.


Os exames podem incluir:

  • Exames de sangue;

  • Eletromiografia;

  • Radiografias;

  • Biópsia do músculo ou nervo;

  • Exames de ressonância magnética;

  • Ressonância magnética;

  • Biópsia do músculo ou nervo;

  • Estudos de condução nervosa;

  • Exames de condução nervosa;

  • Raios-X;

  • Tomografias computadorizadas;

  • Eletromiografia;


Atividade e exercícios físicos podem ser utilizado como tratamento na maioria dos casos de atrofia muscular. Uma um planejamento nutricional adequado pode auxiliar bastante no tratamento.


Terapia ocupacional e fisioterapia também podem auxiliar no tratamento, mantendo os músculos ativos e com isso impedindo o avanço da atrofia.


A fisioterapia também auxilia tratando os sintomas, além de ensinar exercícios que podem promover a recuperação da mobilidade e tônus muscular. A ajuda do fisioterapeuta na movimentação dos braços e pernas também promove uma recuperação menos incômoda.


Estimulação elétrica funcional dos músculos e terapia de aminoácidos também são tratamentos que podem ser utilizados. A cirurgia só é indicada em casos de contraturas mais graves e incômodas. Por isso é importante um diagnóstico mais completo com um especialista a fim de evitar um agravamento da atrofia.


A importância da Fisioterapia no tratamento da atrofia muscular


Buscando auxiliar na recuperação e tratamento de pacientes com atrofia muscular o fisioterapeuta pode promover o bem estar e conforto do paciente através de sessões específicas de fisioterapia, acupuntura, eletroestimulação e acompanhamento clínico.


Entre em contato e solicite uma avaliação com um de nossos médicos fisiatras e fisioterapeutas!


Para agendar um horário, basta entrar na “HOME” e preencher nosso formulário que nossa equipe entrará em contato com você. Ou, se preferir, basta entrar em contato pelo telefone 051 3051.8494!


4 visualizações
  • Vittal Fisio | Facebook
  • Branca Ícone Instagram